Arquivo de etiquetas: muralismo

Residência Artística em Nantes

Villa Ocupada, Nantes (França)

Durante o mês de junho, vinte artistas da América Latina e Europa, herdeiros diretos do muralismo ou influenciados por sua estética, vai investir na construção do Mutalité (alta lugar na história social da cidade, dedicado à destruição, em 2015).

Pinturas, grafites, instalações, desenhos … Do chão ao teto, eles vão criar a Villa Ocupada,
um grande espaço temporário de exposição, aberta neste mundo narrativo, a janela ingênuo e sensível.

 

VO-FB-annonceprog

Estaremos lá mandando brasa!

 

Mais informações acesse o website do projeto villaocupada.com 

Residência em Recife

Olá meu povo! Venho aqui para informar a vocês de mais um trabalho que finalizei. Acontece que agora há mais uma residência com o canto dos passarinhos, e dessa vez foi em Recife, minha cidade natal. A cliente que adquiriu a obra ficou super satisfeita, amou, recebi vários elogios da família mencionando que o resultado da pintura foi maior do que esperavam. Também fiquei muito feliz por deixar mais uma residência em harmonia com a arte dos pássaros.

O apartamento está finalizando a reforma, em breve publicarei foto junto a decoração do ambiente para terem idéia de como fica bacana. Por enquanto vai curtindo essas imagens que já dar pra ter noção da beleza que ficou a pintura.

 

DSC_4744[Eu e eles, minhas crias]

piedade2

[Os passarinhos estão bombando nas residências]

 

Museu Cais do Sertão Luiz Gonzaga

Cais do Sertão Luiz Gonzaga começa a ganhar conteúdo

“Um sertão contemporâneo, mas ainda gonzaguiano até as raízes bem-fincadas dos mandacarus, pauta a construção do espaço geográfico-afetivo do museu e centro cultural Cais do Sertão Luiz Gonzaga. Longe dos clichês do solo rachado e das casas de taipa (imagens que se eternizam na mente dos brasileiros como referências primárias, e até únicas, do Sertão nordestino), o equipamento trabalha o universo sertanejo de diversas maneiras e em suas múltiplas faces – sonora, paisagística, gestual, estrangeira, religiosa e cotidiana.

Para isso, profissionais renomados foram contratados com a missão de criar produtos tecnológicos e artísticos para o museu. Estão neste time os cineastas pernambucanos Paulo Caldas, Kleber Mendonça Filho e Camilo Cavalcante, o músico Siba, o xilogravurista J. Borges, e os artistas plásticos Derlon e Luiz Hermano.” (via Jornal do Commercio)

O sertão vai virar mar e o mar vai virar sertão

“Um dos mais modernos equipamentos culturais do País, o Cais do Sertão retoma a antiga profecia de Antônio Conselheiro. Em um espaço de 7.500 metros quadrados, no local do antigo Armazém 10 do Porto do Recife, arte, cultura e tecnologia se unem em um projeto inovador. Utilizando recursos expositivos e tecnológicos de última geração, o Cais do Sertão convida o visitante a vivenciar uma experiência de imersão no universo do sertão nordestino e a se surpreender com sua riqueza, diversidade e complexidade.” (via site Cais do Sertão)

 

Em fim, acabei de concluir a minha participação finalizando uma pintura mural de 14 metros dentro do museu. Segue as fotos do processo pelas lentes da fotógrafa Alexandra Dias.

 

Derlon_cais-4

Derlon_cais-10

Derlon_cais-30

Derlon_cais-62

Derlon_cais-66

Derlon_cais-101

Derlon_cais-36

Derlon_cais-102

Derlon_cais-51

Derlon_cais-109

[Em breve publicarei fotografia da obra completa, finalizada, por enquanto vai segurando a curiosidade]